Um futuro Uber e criptomoeda pode estar próximo

De acordo com o CEO da Binance, a tecnologia de criptomoeda se tornará parte da vida cotidiana na próxima década, inclusive ao usar Uber. 

A Binance pretende implementar moedas digitais na Uber, a parceria pode fazer com que facilite a adoção da moeda digital no mercado convencional.

Nos últimos dois anos, o mercado de criptomoeda foi comparado com a década de 1990, antes que a internet se tornasse popular. As pessoas não tinham contas de e-mail porque não sabiam o que eram ou como usá-las. Hoje, o e-mail foi usado por centenas de plataformas de mensagens sociais. A criptomoeda é semelhante, pois não é tão fácil de usar.

A Binance divulgou recentemente sua mensagem de ano novo para construção de um futuro em criptomoeda, no comunicado, estão algumas previsões arriscadas, mas altamente plausíveis. 

O CEO, Changpeng Zhao, comparou 2019 à construção das fundações de uma casa. Ele reconheceu que o ano foi difícil e muito desse trabalho não foi visto. 

A maior parte do relatório foi focada nas realizações e planos da empresa para 2020, mas a seção final sobre o futuro da criptomoeda teve algumas previsões interessantes. 

“Até 2030, não apenas a blockchain e a criptomoeda ainda estarão por aí, como estarão em todo lugar. A moeda digital será usada para pagar pelas versões autônomas da Uber. A criptomoeda será usado para comprar coisas de meio mundo de distância e entregá-las por drones”.

A referência da Uber em particular é instigante, pois os dois andam de mãos dadas. Os pagamentos criptomoeda para veículos autônomos são a combinação perfeita. 

Segundo relatos, a Uber está enfrentando uma crise no momento, com uma perda de  US$29 bilhões em capital de mercado desde que foi aberta em maio. Pode ser necessário se reinventar, e uma maneira de fazer isso seria abraçar as criptomoedas.

A empresa já está familiarizada com a criptomoeda, pois pagou um resgate em bitcoin após uma invasão em 2017. Atualmente, a empresa continua relutante em se aprofundar nas moedas digitais, embora alguns motoristas as aceitem. 

Considerando que os dados demográficos da base de clientes da Uber são mais jovens, é mais provável que eles mantenham ou se envolvam em ativos de criptomoedas, do que as gerações mais antigas. A natureza dos micropagamentos por serviços de baixo custo, também torna a criptomoeda mais adequada do que os caros cartões de crédito. 

Quando a Uber finalmente adotar pagamentos de criptomoedas, é possível que todos os seus concorrentes sigam, o que será o primeiro passo importante para adoção convencional. 

Imagem Kues por Freepik

Fonte: Bitcoinist


Foto de Mirian Romão



Foto de Mirian Romão


O autor:

Graduada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e Pós-Graduada em Comunicação em Redes Sociais.


mirian_romao

Comments

comments

Leave a Reply