‘Uber retira maus motoristas de circulação’, diz pesquisador | Empresas

“Nos dois casos, o resultado é um aumento da qualidade média dos motoristas em circulação. O motorista do Uber tende a ser tecnicamente melhor do que o motorista comum, não apenas o alcoolizado, pois dirigir é o seu meio de sustento, implicando em uma postura mais cautelosa”, diz Yuri Barreto, doutorando do programa de pós-graduação em economia da UFPE. “A Uber penaliza os maus motoristas, os retirando de circulação”.

Barreto é um dos autores do estudo “Uber e segurança no trânsito: evidências das cidades brasileiras”, que dividiu com Raul Silveira Neto, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e Luís Carazza, da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). O trabalho foi apresentado no fim do ano passado no Encontro Brasileiro de Econometria.

O estudo chama a atenção não apenas por ser o primeiro na literatura científica a abordar o assunto com foco em um país em desenvolvimento, mas pelo resultado surpreendente. Recentemente, economistas que estudaram o mercado dos Estados Unidos chegaram a uma conclusão oposta: há evidências fortes de aumento das fatalidades no trânsito que coincidem com o início das atividades do Uber no mercado americano.

Leave a Reply